Prefácio

11ª edição / 2021

Você já pode navegar pela 11ª edição do Mapa do Ensino Superior no Brasil, publicação do Instituto Semesp que tem como objetivo compilar uma gama de dados de fundamental importância para o entendimento do cenário do ensino superior no pais. Um cenário que está passando por um momento complexo graças à pandemia da Covid-19, que transformou todo o mundo, e o setor da educação superior, em 2020.

Os dados a seguir ainda não refletem profundamente o impacto da pandemia no ensino superior, já que são estatísticas e números referentes a 2019. Mas a publicação faz referência aos impactos da crise causada pela pandemia em alguns momentos e segue relevante ao mostrar, por meio de gráficos e tabelas, quais tendências que estavam guiando o setor antes de serem interrompidas pela Covid-19, que tem gerado aumento da evasão e da inadimplência, além de ter servido como um catalisador para as IES abraçarem, amparados pela legislação, o ensino híbrido como forma de sobrevivência.

Mais uma vez, o documento apresenta os já tradicionais dados gerais sobre o Brasil e específicos de cada estado, com números sobre matrículas por modalidades e porte das IES, ingressantes, concluintes, taxa de evasão, cursos mais procurados, entre outros. No capítulo especial dessa edição, o Mapa do Ensino Superior no Brasil 2021 traz uma série de informações sobre alunos do ensino médio, a porta de entrada para o ensino superior.

Infelizmente, os números mostram, por exemplo, um grande gargalo de estudantes que terminam o ensino médio, fazem o ENEM e prestam vestibulares e não conseguem entrar em uma faculdade ou universidade, seja por falta de vagas na rede púbica ou de políticas públicas que democratizam o acesso à rede privada. O capítulo compila dados gerais como números de escolas, matrículas, taxa de escolarização líquida, perfis de docentes e de alunos etc.

Em um momento como o atual, cheio de dúvidas e incertezas, olhar para os números é fundamental para que o setor tenha novas ideias e construa estratégias para um novo futuro do ensino superior no país. Boa consulta!

A partir de 2020, o Mapa de Ensino Superior no Brasil passou a ser produzido pela equipe do Instituto Semesp, um centro de inteligência analítica criado pelo Semesp com o objetivo de compartilhar para pesquisadores, educadores, gestores privados e públicos, jornalistas e para a sociedade em geral informações relevantes e confiáveis que lhes permitam tomar decisões, estabelecer estratégias ou formular políticas públicas, visando o desenvolvimento da educação superior.

A equipe do Instituto Semesp usou como guia para a elaboração do Mapa do Ensino Superior 2021 os dados do Censo da Educação, referentes a 2019, divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) em 2020 e outras fontes como IBGE, microdados do ENEM e do PROUNI, Big Data Analytics, entre outros.