No último mês, o Índice de Preços Toledo – IPT registrou uma inflação de 2,17%. A pesquisa realizada no dia 1º de março constatou que o consumidor gastava R$ 322,57 para a compra de uma cesta básica em Presidente Prudente. Nesta pesquisa realizada no dia 1º de abril, este valor chegou à R$329,58.

A maior alta ocorreu no grupo de Alimentos, registrando alta de 2,77%.

Os produtos que mais contribuíram para esta alta foram feijão carioquinha 1Kg e tomate (Kg) com elevações em seus preços de 70,45% e 59,62%, respectivamente, a expressiva alta do feijão explica-se pela chegada do produto novo da safra que tem preços maiores que os estoques antigos e a alta do tomate é fruto do excesso de chuvas que reduziu a quantidade e qualidade do produto ofertado no mercado atacadista, sendo o aumento de preços repassados pelo varejo ao consumidor final.

O grupo de Higiene Pessoal apresentou a segunda maior alta, registrando inflação de 0,41%. Desodorante spray 90-100ml com alta de 6,79% e papel higiênico 4un/30m com elevação de 3,70% em seus preços, foram os produtos que contribuíram para alta dos preços no grupo.

Seguindo em direção contrária a tendência de alta nos preços, o grupo de Artigos de Limpeza apresentou queda de 0,63% nesta pesquisa. Os produtos que mais contribuíram para esta redução foram a água sanitária 1L com queda de 6,93% e o detergente líquido 500ml com baixa de 2,52%.

Alguns produtos apresentaram uma significativa diferença de preços entre os estabelecimentos pesquisados, como no caso do feijão carioquinha 1Kg, com preços que variaram de R$ 1,38 a R$ 3,05, registrando uma variação de 121,01% e desinfetante (tipo pinho) 500ml, com variação de 117,24%, cujos preços variaram de R$1,45 a R$3,15.

A concorrência entre os supermercados dá ao consumidor a oportunidade de economizar até 50%, pois, comprando uma unidade de cada produto pelo maior preço, ele gastaria R$ 151,38. Já se a sua compra fosse feita pelo menor preço de cada produto, o total gasto seria de R$ 101,16, economizando assim, R$ 50,22.

O IPT acumula uma alta de 6,64% nos últimos 12 meses.

A pesquisa teve a participação dos alunos: Edinaldo Vieira de Souza, Fernanda de Lima Bagli, Luis de Oliveira Coutinho Neto, Maria Luisa de Lima Pastorim,  Mário Humberto Salvador Junior, Willian Hugo Corrêa dos Santos sob orientação do Economista Walter K. Dallari e da Supervisora de Prática Profissional Maria Lúcia Ribeiro da Costa.